Bibliografia Crítica

 

Anónimo, «António Rebordão Navarro» (recensão a Longínquas Romãs e Alguns Animais Humildes), in Das Artes e das Letras, 15.5.2006.
Anónimo, «Aqui e Agora», in Seara Nova - Crítica de Poesia, 2.1962.
Anónimo, «Prémio Literário do Círculo ganho por Rebordão Navarro, in Tempo, 19.5.88.
Anónimo, «O tempo é de romance», in Comércio de Macau, n.º 126, 29.7.1989.
Anónimo, «Prémio de Ficção do Círculo de Leitores», in Comércio do Porto, 22.5.88.
Anónimo, «Três peças em um acto», in Jornal de Notícias, 21.3.1973.
Anónimo, «A desordem do discurso», in República, 27.1.1973.
Anónimo, «Três peças em um acto», in A Capital, 6.7.1972.
Anónimo, «António Rebordão Navarro», in Passeio Alegre – O Progresso da Foz n.º 57, 11.1999.
Anónimo, «O Parque dos Lagartos», in O Dínamo, n.º 25, 5.1983.
Anónimo, «Último livro de Rebordão Navarro “O Parque dos Lagartos” – da realidade à ficção», in O Comércio do Porto, 27.2.1982.
Anónimo, «No parque do sofrimento», in Jornal de Notícias, 23.2.1982.
Amorim, Guedes de, «Novos livros. “Romagem a Creta por António Rebordão Navarro”, in O Século Ilustrado, nº1410, 9.1.1965.
Bacelar, Armando, «Notas de leitura. Ficção. Romagem a Creta», in Vértice, Agosto de 1965.
Bandeira, José Gomes, «Um médico ou um monstro?», in Jornal de Notícias, 22.12.1998.
Barros, Pedro, «Praça de Liège é Prémio Círculo de Leitores 1988», in Repórter do Marão, 27.5.88.
Braga, Maria Ondina, «Mergulhe no romance com sabor português», in Jornal de Notícias, 30.7.1989.
Brito, Casimiro de, «Notas de leitura: uma certa coragem”, in Contacto – cinema e cultura, suplemento cultural de O Almonda, nº25, 30.4.1965.
C., M., «Rebordão Navarro regressa em forma», in Correio da Manhã, 28.2.1982.
Cabral, António, «Poetas novos, sua mensagem e sua técnica», in Dom Quixote, nº3.
Cabral, Filomena, “As Portas do Cerco”, Notícias Magazine, nº 76, 7.11.1993.
Carmo Francisco, José, «”Amêndoas, doces, venenos” de António Rebordão Navarro», in O Mirante, 27.1.1999.
Carmo Francisco, José, «O Porto e o poeta», in Poetas e Trovadores, n.º 7/8, 5 e 6 de 1983.
César, Amândio, «O Parque dos Lagartos», in O País – Artes e Letras, 30.1.1982.
Cochofel, João José, «Crónica de Poesia», in Gazeta Musical e de Todas as Artes, Lisboa, Junho de 1960;
Coelho, Eduardo Prado, «Romagem a Creta, romance de António Rebordão Navarro», in Seara Nova, nº1435, Maio de 1965.
Coelho, Jacinto do Prado, “Um Infinito Silêncio” de António Rebordão Navarro”, in Problemática da História Literária, Edições Ática, Lisboa, 1972
Contreras, Ernesto, «Prémio Ateneu Areniense», in Diário de Lisboa, 7.6.1962.
Cruz, Liberto, «A poesia portuguesa em 1960», in Rumo, revista de problemas actuais, Março de 1961.
Cruz, Liberto, «Notas de Leitura. Romagem a Creta – Romance de António Rebordão Navarro», 12.1964.
Emílio-Nelson, José, “O universo da ironia”, in JN, 25.6.1996
Emílio-Nelson, José, “Um desvendamento alegre”, in JN, 5.3.1996
Emílio-Nelson, “Inefável ironia”, recensão a Foz do Douro. A letra e o lugar, in JN, 4.5.1993.
Esteves, Paula, «Jogo de espelhos», in Tráfego – literatura, 10.12.1998.
Ferreira, João Palma, “Sobre “Um Infinito Silêncio”, de António Rebordão Navarro”, in Pretérito Imperfeito, Lisboa, Estúdios Cor, 1974.
Figueroa, Olivares, «Poema para Anne Frank», in Papel Literário, El Nacional, s/d.
Figueroa, Olivares «R. – Revista Bandarra», in Papel Literário, El Nacional, s/d.
Francisco, José, «A Praça de Liége de António Rebordão Navarro», in Semanário Popular, 2.3.1989.
Guimarães, Fernando, «Longos Caminhos Breves. Crónica de Poesia», in Jornal de Letras, Artes e Ideias, 15-31, Janeiro de 2006.
Guisado, Alfredo, «O que se escreve e quem escreve. “Romagem a Creta” de António Rebordão Navarro», in República das Letras e das Artes, nº 56, 8.1.1965.
Hatherly, Ana, «O discurso da desordem», in DL, 20.9.1973.
Hörster, Maria António Ferreira, «De Rilke em Portugal ou “A never-ending story”. Apontamento sobre o Discurso da Desordem de António Rebordão Navarro», in Runa. Revista portuguesa de estudos germanísticos, nº13-14, 1990.
J., Isabel, «Novo livro de António Rebordão Navarro – Escrita é sempre solidão radiante», in Cultura e Espectáculos – suplemento de O Comércio do Porto, 27.5.88.
Levy-Estrela, Adão, «António Rebordão Navarro “A Praça de Liège”», in O Primeiro de Janeiro, 7.12.1988.
Listopad, J., «Recensão a Romagem a Creta», in Books Abroad, University of Oklahoma Press, Oklahoma, Spring 1965.
Listopad, Jorge, «Secos & Molhados», in Diário de Notícias, 1.6.1989.
Lobo, M. de Sousa, «Crítica. Uma revolta Calma. “Romagem a Creta (1), de António Rebordão Navarro», in Diário Popular, 7.6.1965.
Lopes, Óscar (Luso do Carmo), «A crítica do livro. “Os animais humildes” de António Rebordão Navarro», in Cultura e Arte, suplemento de O Comércio do Porto, ano VI, nº14, 12.6.1957.
Lopes, Óscar, «A crítica do livro. António Rebordão Navarro – Romagem a Creta”, in Cultura e Arte, suplemento de O Comércio do Porto, 9.3.1965.
Lopes, Óscar, «A Crítica do Livro. O Dia Dentro da Noite de António Rebordão Navarro», in Cultura e Arte, suplemento de O Comércio do Porto, 11.12.1962.
M, F.C., «A facilidade a desordem», in & ETC, 15.3.1973.
Machado, Álvaro Manuel, «“Os lugares Secretos”, análise de A Praça de Liège e de Parábola do Passeio Alegre», in JL, 3.7.1996.
Machado, Álvaro Manuel, «Idealismo e frustração», in Suplemento Literário do Jornal de Notícias, nº316, 17.5.1959.
Machado, Álvaro Manuel, «Disse-nos Álvaro Manuel Machado», in Notícias de Guimarães, ano II n.º 18, 1960.
Martinho, Fernando J.B., “Poesia Nova – António Rebordão Navarro”, in A Rabeca, s/d.
Martinho, Fernando J.B., Tendências Dominantes da Poesia Portuguesa da Década de 50, Lisboa, Colibri, 1996.
Martins, Albano, «Ao rés da fala e do quotidiano», in Das Artes e das Letras, 14.1.2008.
Matos, Joaquim de, «António Rebordão Navarro: (per)curso poético de 30 anos», in Jornal de Notícias, 13.12.1982.
Matos, Nelson de, «”Romagem a Creta” de António Rebordão Navarro e o romance absurdo», in Vida Literária e Artística, suplemento semanal de Diário de Lisboa, nº 348, 1.4.1965.
Melo, José de, “Abordagem. «As Portas do Cerco» de António Rebordão Navarro”, in O Aveiro, 10.3.1994.
Mendes, Teixeira, «O escritor é uma espécie de Deus», in O Primeiro de Janeiro, 15.6.1989.
Moura, Vasco Graça, “Mesopotâmia ou o Protagonista Protagonizado”, in Várias Vozes, Lisboa, Editorial Presença, 1987.
Moutinho, José Viale, «António Rebordão Navarro: “O romance tende a ser cada vez mais cosmogónico, mais absorvente de realidades e vivências”», in Suplemento Literário do Jornal de Notícias, 7.1.1965.
Moutinho, José Viale, «Um grande escritor», in Diário de Notícias, 2.7.2002.
Moutinho, José Viale, «Prémio pode ser referência para os mais desprevenidos», in Diário de Notícias, 22.5.1988.
Pacheco, Hélder, «150 anos de romance portuense», in Razão – raízes, 10,11 e 12 de 1996.
Palma-Ferreira, João, «Um ano de actividade Literária», in Diário Popular, 31.12.1960.
Palma-Ferreira, João, «Perspectiva da Ficção Portuguesa Contemporânea», in Diário de Notícias, 19.10.1972.
Palma-Ferreira, João, «Poema para Anne Frank por António Rebordão Navarro», in Diário Popular, ano XVII, 26.3.1959.
Pereira, Júlia, “As Portas do Cerco”, in Letras & Letras, nº101, Outubro, 1993.
Poppe, Manuel, “Crítica Literária das obras desnecessárias”, in Diário Popular, 29.11.1973.
Ramos, Ana Margarida, A viagem de fim de império na obra de António Rebordão Navarro, separata da Revista Letras da Universidade de Aveiro, 1998.
Ramos, Ana Margarida, As Portas do Cerco ou A Viagem pelas Fronteiras do Romance, do Tempo e da História. Cascais, Editora Principia, 1999.
Ramos, Ana Margarida, «A escrita do romance: um olhar sobre a produção literária de António Rebordão Navarro», Jornadas Literárias Ferreira de Castro, in Esquina do Mundo, Centro de Estudos Ferreira de Castro, nº1, Dezembro de 2003.
Ramos, António Diegues, «Novas Personagens de António Rebordão Navarro. Parábola do Passeio Alegre», in O Comércio do Porto, 21.1.1996.
Ramos, Dinis de, “Uma mensagem de Natal. Palavras aos homens de boa vontade, em poemas de Amândio César e António Rebordão Navarro”, in Suplemento Literário do Jornal de Notícias, nº170, 21.12.1956.
Rodrigues, Ernesto, “Em Observação”, recensão a A Praça de Liège, 2ª ed., Bertrand Editora, in JL, 11.09.1996.
Rodrigues, Ernesto José, «Observações de António Rebordão Navarro», in JL, 11.9.1996
Rodrigues, Ernesto José, «”O parque dos lagartos” de António Rebordão Navarro», in O Diário, 13.3.1984.
S., M. L., “Os sinais repartidos do poeta António Rebordão Navarro”, in Diário Popular, 01.12.1961.
S., A., «”Outro Caminho do Mar” y “Mundo Completo” por António Rebordão Navarro», in Veladas, Revista Mensual Literária de la Biblioteca Popular, ano 1, nº4, Diciembre, 1956.
Salles, Alírio, «Estacionamento Proibido», in Literatura, 10.12.1960.
Sarmento, Luís Filipe, “Um escritor do Norte ignorado pela crítica”, in Gazeta de Artes e Letras, nº 3, 15.05.1988
Simões, João Gaspar, «Aqui e Agora» - Crítica de Poesia, in Jornal de Letras e Artes n.º 10, 1961.
Simões, João Gaspar, «Sob o signo da antipoesia e do mais que verá», in Jornal de Letras e Artes, n.º 13, 1961.
Simões, João Gaspar, «Critica Literária – O discurso da desordem», in Diário de Notícias, 11.10.1973.
Simões, João Gaspar «Crítica literária», in Suplemento Artes e Letras do Diário de Notícias, 1.1.1965.
Simões, João Gaspar, «Crítica literária. Poema para Anne Frank, por António Rebordão Navarro», in Artes e Letras, Suplemento do Diário de Notícias, 15.01.1959.
Sousa, Alfredo de, «Cântico de paixão e morte de António Rebordão Navarro», in O Progresso de Paredes, 25.2.2005.
Sousa, Alfredo Oliveira de, «Uma ficção total. A propósito do romance “As Portas do Cerco” de António Rebordão Navarro», in Suplemento de Cultura e Artes do Notícias de Penafiel, nº79, 26.2.1993.
Teixeira, Ramiro, «António Rebordão Navarro: trinta anos de literatura», in Jornal de Notícias, s/d;
Teixeira, Ramiro, «Leitura de “O Parque dos Lagartos”», in Jornal de Notícias, 30.3.1982.
Teixeira, Ramiro, António Rebordão Navarro, entre a Realidade e a ficção, Porto, Associação dos Jornalistas e Homens de Letras, 1985.
Teixeira, Ramiro, «Exegese de um dos «27 poemas» de António Rebordão Navarro», in Jornal de Notícias, 16.8.1988.
Teixeira, Ramiro, «A condição reflexa – ou 30 anos de poesia”, in O Primeiro de Janeiro, 09.05.1990.
Teixeira, Ramiro, “O Infante sem Palco”, recensão a Sonho, Paixão, Mistério do Infante D. Henrique seguido de O Ser Sepulto, in O Dia, 2.7.1995.
Teixeira, Ramiro, “Quando os extremos se tocam”, in O Primeiro de Janeiro (recensão à reedição de O Discurso da Desordem, ed. Livros do Oriente, Macau, 1995), 21.01.1996.
Teixeira, Ramiro, “Como do muito se pode tirar pouco ou…Parábola do Passeio Alegre”, in O Primeiro de Janeiro, 25.2.1996.
Teixeira, Ramiro, “Uma singular busca do tempo perdido”, in O Primeiro de Janeiro, 23.6.1996.
Teixeira, Ramiro, «Entre a Reportagem e o Policial», in O Primeiro de Janeiro, 7.2.1999.
Teixeira, Ramiro, «Romance com o teu nome», Das Artes e das Letras, 4.4.2005.
Torres, Alexandre Pinheiro, «O Livro Português da Semana. Romagem a Creta de António Rebordão Navarro», in Vida Literária e Artística, Suplemento Semanal do Diário de Lisboa, 12.11.1964.
Torres, Alexandre Pinheiro, “Um Escritor Neo-Realista à procura do povo que emigrou”, in O Neo-Realismo Literário, Lisboa, Morais Editores, 1977.
Valinho Alvarez, Reynaldo, «O ”Discurso da Desordem” de António Rebordão Navarro in Jornal de Notícias, 2.3.1982.
Válio, Else, A Romagem Narrativa de António Rebordão Navarro, tese de doutoramento, Universidade de S. Paulo, 1981.
Vasconcelos, Gil Vicente, “Os Animais Humildes. Poemas por António Rebordão Navarro”, in Revista de Portugalidade, vol. VII, nºs9 e 10, 2ª série, Setembro e Outubro, 1956.
Vasconcelos, Mário Cesariny de, «Crítica literária. “Os Animais Humildes” de António Rebordão Navarro”, in Europa Jornal de Cultura, nº2, Fevereiro de 1957.
Vieira, Vergílio Alberto, “A luz dos Portulanos”, recensão a Sonho, Paixão, Mistério do Infante D. Henrique seguido de O Ser Sepulto, in JN, 5.5.1995;
Vieira, Vergílio Alberto, “Os Cinco Sentidos de Macau”, in JN, 15.1.1993.
Vieira, Vergílio Alberto, “Um Infinito Silêncio”-a histórica legenda de um pais historicamente adiado”, “Historiar o que somos”, in Os Consentimentos do Mundo, Porto, Lello e Irmão Editores, 1993.
Vieira, Vergílio Alberto, “Os Lugares da Memória”, in JN, 19.1.1996.

Página Literária do Porto © todos os direitos reservados
design e implementação | Tiago Cruz